Fale Conosco

Cotidiano

Polêmica marca data do aniversário de Campo Mourão

Historiador Jair Elias Santos Junior aponta “erro” e diz que data ocorreu em 1.959

Publicado

em

Campo Mourão completa 70 anos no dia 10 de outubro. Mas, segundo um historiador da cidade, Jair Elias dos Santos Junior, a data está errada. Nas ruas, a maioria da população desconhece a situação e fica dividida sobre a possibilidade de uma mudança no feriado municipal.

Elas Junior explica que o erro teve origem na publicação oficial da Lei Estadual 2/1947 que criou Campo Mourão e mais 22 municípios. “A Lei foi sancionada pelo governador do Estado no dia 11 de outubro, mas na Imprensa Oficial saiu com data do dia 10”. Ainda segundo o historiador, o “erro” foi incorporado na tradição local com a publicação de um decreto municipal, em 1959, que oficializou o feriado no dia 10 de outubro.

Ao ficar sabendo da divergência, a dona de casa Alzira Maria de Jesus, 76, ficou surpresa. “Não sabia. Se mudar pro dia 11 vai ficar até melhor, vamos ter dois feriados seguidos”, disse ela, lembrando do dia nacional da padroeira do Brasil, comemorado no dia 12. Já a copeira Ana Maria Viana, 58, opinou pela manutenção da tradição. “Não vai fazer diferença”, comentou.

Para o historiador, o aniversário de Campo Mourão até poderia ser comemorado em outras datas, como 5 de dezembro. Segundo ele, nesse dia aconteceu a emancipação do município, com a posse do primeiro prefeito e dos vereadores. Já no dia 10 ele diz não ter encontrado registro de eventos com relevância histórica.

Ao levantar debate sobre o tema, Elias Junior avalia que seria bom para o município a criação de uma comissão para discutir o assunto com a comunidade. “Mais importante do que a data correta é o sentimento da população em torno da festividade e o conhecimento sobre as origens do município”, disse.

O i44 News foi às ruas para saber a opinião da população sobre o assunto. Assista ao vídeo e confira.

No comércio

Outra polêmica sobre a data de aniversário de Campo Mourão tem sido alimentada por uma demanda da Associação Comercial e Industrial (Acicam). A categoria reivindica o funcionamento normal do comércio no dia 10 e a transferência do feriado para a segunda-feira após o dia o 12.

Presidente da instituição, Paulo Cesar Gomes diz que a proximidade com o dia das Crianças justifica a mudança. “Do jeito que está, nós temos uma perda de 15% nas vendas durante este final de semana. Os moradores de Campo Mourão e da região vão fazer as compras em outros municípios”, afirma. Segundo ele, a data é a terceira mais importante para o comércio, ficando atrás apenas do Natal e do Dia das Mães.

Mesmo com a polêmica, a liderança está confiante na alteração através de um projeto de lei em tramitação na Câmara de Vereadores. A expectativa tem como base uma pesquisa encomendada pela Acicam e que indicaria aceitação de 82% dos empresários, 72% dos colaboradores e de 66% do restante da população.

Comente

Comentários