Fale Conosco

Cotidiano

Pastor transmite culto pelas redes sociais e quer uma TV na internet

Vídeos postados no Facebook são assistidos por fiéis em vários países da América do Sul

Publicado

em

Líder da Igreja Palavras que Curam (IPC), com sede em Campo Mourão, o pastor Antonio Ibanez Junior, 53, conhecido como Pastor Toninho,  investe na transmissão dos cultos, ao vivo, nas redes sociais como um diferencial para alcançar mais pessoas.

Buscando alternativas para divulgação da mensagem da igreja, fundada em 2011, conta que a decisão de transmitir os cultos ao vivo começou no início deste ano, após fazer experiências com o aparelho celular. Dialogando com a comunidade, decidiram avançar. Ele revela que o investimento, feito com o dízimo dos fiéis, foi de R$ 70 mil e atualmente envolve 10 voluntários na operação.

Usando equipamentos profissionais e conhecimentos técnicos adquiridos antes de ser pastor, quando trabalhou e empreendeu no ramo de produção de fotos e vídeos em Curitiba, o religioso garante que as transmissões são feitas com alta qualidade de som e imagem. Esse resultado, porém, pode não ser percebido se a conexão do internauta for de baixa qualidade.

Apesar de considerar recente a iniciativa, a igreja já comemora a repercussão. Há vídeos com mais de cinco mil visualizações e, de acordo com o pastor, as estatísticas demonstram a presença de nove a 14 mil pessoas alcançadas pela internet durante as transmissões nas redes sociais.

Além dos números, ele diz que o retorno é sentido nas ruas. Pessoas o abordam para comentar sobre as pregações e apoiar o trabalho. “Há um ano e meio eu tinha um programa de televisão na cidade. O alcance não se compara ao que está acontecendo hoje. É impressionante, a gente fica impactado”, diz.

Feliz com o projeto, o pastor diz que já trabalha em outra iniciativa para a internet. A ideia é criar uma webtv, proposta em construção com pastores da região. “Nosso propósito é alcançar as pessoas que estão lá fora e, porque não, ser uma ponte para que ela venha à igreja. Minha preocupação é que o Evangelho seja pregado”, destaca.

De coroinha a líder evangélico

Desde criança, Ibanez Junior diz que já sentia um chamado para exercer um ministério na vida religiosa. Foi coroinha na Igreja Católica, rezava o terço e até pensou em ser padre, mas, confessa, que foi como pastor evangélico que se encontrou na vocação.

A IPC, diz o pastor, começou com 200 membros e hoje conta com mais de 500, organizados em cerca de 60 células. O crescimento, segundo o religioso, é atribuído a proposta acolhedora e que tem como prioridades o estudo bíblico, resgate teológico da formação, a cura da alma, o discipulado e atenção especial às crianças.

Com o olhar no futuro, pastor Toninho conta que a organização é administrada de forma colegiada e planeja construir uma sede própria em um terreno de 24 mil metros quadrados, adquirido no bairro Perdoncini. No local também deverá ser edificada uma unidade escolar de ensino regular. Outro projeto em andamento para atender o pedido de fiéis, diz ele, é a instalação de uma filial da igreja no município de Barbosa Ferraz.

Comente

Comentários

Copyright®i44 News. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do i44 News (redacao@i44.com.br).