Fale Conosco

Polícia

“Jesus! Segura!”, ouviu sobrevivente antes do impacto no ônibus

Juliana diz que uma das crianças mortas teve o corpo lançado ao lado de seu assento

Publicado

em

Uma das sobreviventes do acidente envolvendo um carro e um ônibus da Expresso Nordeste, na madrugada de hoje, no km 267 da BR 277, entre os municípios de Irati e Prudentópolis, falou com a reportagem do i44 News. A estudante de nutrição, Juliana Freire Vieira da Fonseca, 34, conta que uma das crianças que morreu no acidente foi lançada ao lado do assento onde viajava. A passageira, que teve apenas ferimentos leves nos pés, devido cacos de vidro do ônibus, diz que a experiência “foi bem traumatizante”.

Juliana diz ter sentido o momento em que o ônibus perdeu o controle na pista. “Na hora eu ouvi alguém gritando, Jesus! Segura!” .  Segundo ela, quando o ônibus tombou, os passageiros começaram a gritar em pânico pedindo socorro. A estudante diz que o momento mais chocante foi quando percebeu uma criança morta ao lado de seu assento. “Ela viajava com a mãe, atrás de mim. Depois que o ônibus virou, a criança foi parar ao meu lado e havia um ferro sobre ela,” contou.

De acordo com Juliana, havia um cheiro forte de diesel no local e as pessoas que ficaram presas pelo cinto de segurança foram ajudadas por outros passageiros. Utilizando saídas nas partes traseira e frontal do ônibus, todos saíram rapidamente com medo de explosão.

Juliana conta que no momento do acidente não estava chovendo, mas a pista estaria bem molhada. Ela diz não ter notado nenhum comportamento estranho ou excesso de velocidade por parte do motorista do ônibus, que ficou preso às ferragens e também teria sido retirado pelos passageiros.

O atendimento das equipes policiais e de socorro, segundo a passageira, foi bem rápido. Ela dispensou a assistência e preferiu retornar para Campo Mourão em outro ônibus da empresa, que chegou na cidade por volta das 8h30. Além dos ferimentos nos pés, ela comentou que perdeu o celular. A estudante diz que vai a Curitiba a cada três meses para realizar tratamento médico.

De acordo com a concessionária Caminhos do Paraná, responsável pelo trecho onde ocorreu o acidente, foram confirmados quatro mortes no local, sendo dois passageiros do ônibus e dois do veículo, além de 14 feridos que estavam no coletivo e foram encaminhados para as Santa Casas de Irati e Prudentópolis.

Comente

Comentários

Copyright®i44 News. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do i44 News (redacao@i44.com.br).