Fale Conosco

Polícia

Em Peabiru, homem é preso acusado de estupro de vulnerável contra o próprio filho

Vítima teria seis anos e estuda em centro de educação especial

Publicado

em

A Polícia Civil de Peabiru realizou na quarta-feira (8) a prisão preventiva de A. T., um homem em torno de 60 anos, acusado de estuprar o próprio filho de aproximadamente seis anos. Segundo informações apuradas, a criança apresenta déficit intelectual e seria aluna de um centro de educação especial em Araruna.

A denúncia aconteceu quando a escola suspeitou que a criança estaria sendo vítima de abuso sexual, acionando o Conselho Tutelar que imediatamente levou o caso à delegacia. O delegado Fábio Marques de Baptista conta que pediu a prisão preventiva do pai, que alega inocência, após laudos de uma psicóloga, uma fisioterapeuta e a própria criança confirmarem a situação.

Por se tratar de uma criança com menos de 14 anos, o abuso sexual se configura como estupro de vulnerável, crime que envolve situações em que a vítima não alcançou a maturidade suficiente – menos de 14 anos no Brasil – para as práticas sexuais; que tenha qualquer deficiência mental ou que esteja embriagada ou dopada a ponto de não conseguir responder pelo próprio corpo.

Por determinação judicial, a criança foi acolhida em um abrigo e o caso foi encaminhado ao Ministério Público, onde um promotor vai decidir se a denúncia terá procedência. Por motivos de segurança, o local onde o acusado se encontra detido não foi divulgado.

Comente

Comentários