Fale Conosco

Educação

Segundo dia de provas do Enem não tem atrasados no Colégio Rondon

Segundo coordenadora local, colégio contou com 179 candidatos ausentes no primeiro domingo de prova

Publicado

em

No Colégio Estadual Marechal Rondon em Campo Mourão, nenhum atraso registrado no segundo dia de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Com portões fechados às 13h, os candidatos hoje (12) tiveram 4 horas e 30 minutos  para resolver 90 questões das provas de Ciências da Natureza e suas Tecnologias; e Matemática e suas Tecnologias. Neste ano, o Enem contou com 6,7 milhões de inscritos de todo o país, sendo 5.340 em Campo Mourão.

De acordo com Marilaine Gulherme Silva, coordenadora do exame no Rondon, 0 colégio conta com a 840 candidatos inscritos, sendo uma lactante, e com 21 salas para a aplicação da prova. Segundo ela, com base nos anos anteriores, para hoje é esperado um número um pouco maior do que os 179 candidatos ausentes no primeiro domingo de prova, um total de 21%. Ela explica que isso ocorre porque muitas pessoas desistem do exame por avaliarem não ter ido bem no primeiro dia de prova.

Está é primeira edição do exame a ser aplicada em dois domingos consecutivos, até então a prova era aplicada em um mesmo fim de semana. A candidata Paula Tovo, 18, é estudante do Ensino Médio da Universidade Tecnológica Federal do Paraná, em Campo Mourão, realiza a prova no Rondon e diz que pretende ingressar no curso de Direito. Para ela, a mudança é positiva porque, explica, a folga entre os dois domingos permite que se faça revisões mais específicas de cada disciplina cobrada na prova. A colega de classe Rafaela Hirata, 17, que também vai fazer a prova no local e sonha em ser médica, faz uma ressalva, “é um pouco menos cansativo, mas a semana entre os dois domingos é uma semana de muita ansiedade”, fala.

Avaliação do primeiro dia 

No primeiro dia, os candidatos tiverem 5 horas e 30 minutos para resolver as questões das provas de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias; Ciências Humanas e suas Tecnologias; e Redação com o tema “Desafios para a formação educacional de surdos no Brasil”. Com apenas um aluno desclassificado por porte de celular durante a prova – item proibido em edital – a coordenadora local avalia como positivo o primeiro dia de provas, “muitos alunos ficaram até às 19h, então a gente percebeu um empenho muito grande deles”, explica. Ela também diz ter percebido que, em geral, os candidatos conseguiram gerenciar melhor o tempo entre resolver as questões, redigir a redação e preencher o gabarito.

Segundo balanço feito pelo i44 news com base em dados do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), neste ano, do total de 6.731.344 inscritos confirmados, 69,8% compareceram e apenas 273 foram eliminados, sendo 264 por descumprimento de regras gerais do edital e nove após passarem pelo detector de metais portando objetos proibidos. Segundo o Inep, em 2016, ao final do primeiro dia, o Exame já registrava 3.942 eliminações, e outras 4.780 no segundo dia. O gabarito oficial será divulgado pelo instituto na próxima quinta-feira (16).

 

Comente

Comentários

Copyright®i44 News. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do i44 News (redacao@i44.com.br).