Fale Conosco

Educação

Ministro da Educação elogia estrutura do curso de Medicina do Integrado

Em Campo Mourão, ministro destaca descentralização do acesso ao ensino superior

Publicado

em

O ministro da Educação, Mendonça Filho, esteve nesta segunda-feira (19) em Campo Mourão para a aula inaugural da primeira turma de Medicina do Centro Universitário Integrado. Acompanhado de deputados, vereadores e outras autoridades locais, visitou as instalações da instituição. Em sua fala para os 50 estudantes do curso e convidados, destacou a descentralização do acesso ao ensino superior para a construção de um novo Brasil.

“Em poucos lugares encontrei a infraestrutura que pude presenciar aqui no Integrado”, elogiou o ministro em referência a estrutura dos laboratórios e salas de aulas que serão utilizados pelos alunos de Medicina. Mendonça Filho também falou sobre a política adotada pelo governo federal nos últimos anos, promovendo a implantação de novos cursos superiores em municípios que não sejam capitais e grandes centros. “Cada vez mais no interior do Brasil consegue consolidar centros universitários, faculdades e universidades e Campo Mourão é a expressão dessa nova realidade”, disse.

Para a reitora da instituição, Maria da Conceição Montans Baer, o resultado é um esforço de muitas mãos e da missão da faculdade em formar cidadãos para transformar a sociedade. Ao fazer uso da palavra, disse estar muito feliz com a conquista. Segundo Maria, toda a estrutura para os dois primeiros anos do curso está completa e os investimentos vão continuar. “Temos o compromisso de formar bons profissionais,” destacou.

O prefeito de Campo Mourão, Tauillo Tezelli, também comemorou a novidade e disse que o ensino superior tem diversificado a economia da cidade. Para ele, o novo curso vem somar com mais seis instituições que já oferecem outros cursos presenciais e à distância na cidade. Tezelli avalia ainda que o diferencial do curso de Medicina são as possibilidades de novos investimentos e a atração de profissionais e novos moradores com renda alta.

Willian Tasca é um dos 50 estudantes da primeira turma de Medicina do Integrado. Ele diz que escolheu o curso porque já atua como enfermeiro e gosta da área da saúde. Segundo o jovem, a decisão de realizar o sonho de formação profissional através da instituição mourãoense foi motivada pelas referências positivas que recebeu.

O curso

A conquista do curso de Medicina pelo Centro Universitário Integrado ocorreu no dia 1 de agosto de 2017, após a autorização do Ministério da Educação (MEC). O processo para trazer o curso teve início em 2013, com diversas avaliações dos órgãos competentes. Ao todo foram investidos mais de R$ 5 milhões em toda a infraestrutura de laboratórios e equipamentos de última geração, aliados ao que há de mais moderno em escolas de medicina nacionais e internacionais.

Comente

Comentários

Copyright ®i44 News. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do i44 News (redacao@i44.com.br).