Fale Conosco

Arte e Cultura

Kevin sonha em chegar ao Cirque du Soleil

Na escola de circo de Campo Mourão, ex-aluna virou professora e ensina a arte para crianças e adultos

Publicado

em

Palhaço, acrobacias, mágicas, espetáculo, diversão. Assim é o mundo do circo, uma arte milenar que encanta todas as idades. Em Campo Mourão, a Fundação Cultural (Fundacam) mantém uma escola municipal de artes circenses. O projeto atende crianças, adolescentes, adultos e idosos e ajuda a garantir a continuidade do espetáculo sob a lona.

O estudante Kevin França de Oliveira, 13, conta que participa das atividades desde os quatro anos de idade e revela que pretende se tornar um malabarista profissional. “É uma coisa eu amo, me sinto feliz, livre”, contou. Segundo ele, seu sonho é conhecer e quem sabe até trabalhar no Cirque du Soleil, companhia canadense considerada a maior do mundo.

Professora de Kevin,   Simone Santos, é um dos frutos da escola de circo. Formada em Educação Física e pós-graduada na área, ela diz que vive do circo, ministrando aulas na escola do município e em outros locais na cidade que oferecem esta modalidade. Simone diz que os primeiros contatos foram em 2001, quando existia apenas um projeto que promovia a arte na cidade, antes da iniciativa ser transformada em escola.

Dia do Circo

O dia do Circo é comemorado em 27 de março, uma homenagem a Abelardo Silva, um palhaço brasileiro que nasceu nesta data e ficou conhecido mundialmente como Piolim. O apelido faz referência a palavra barbante (piolin em espanhol), por ser muito magro e ter pernas compridas. Filho de circenses, cresceu neste meio, iniciando sua carreira com contorcionismos e acrobacias. Participou de vários espetáculos e recebeu homenagens como exemplo de artista popular.

Comente

Comentários

Copyright ®i44 News. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do i44 News (redacao@i44.com.br).