Fale Conosco

Polícia

Ex-chefe do núcleo do Denarc em Maringá assume a chefia da 16ª SDP

Gustavo Pinho Alves tem 37 anos e 10 na profissão, além do Paraná foi delegado em SC

Publicado

em

Ex-titular do Denarc de Maringá, Gustavo de Pinho Alves, vai assumir a a 16ª Subdivisão Policial de Campo Mourão          Foto:AEN

Ex-titular do núcleo de Maringá da Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc), o delegado Gustavo de Pinho Alves está de saída do órgão e deve ser confirmado oficialmente nesta semana como novo delegado-chefe da 16ª Subdivisão Policial de Campo Mourão.

Alves vai ocupar o cargo deixado pelo delegado Nagib Palma que assumiu a chefia da 15ª Subdivisão Policial de Cascavel na semana passada. No último dia 20, antes de deixar Campo Mourão, Nagib recebeu Gustavo Pinho Alves na delegacia em uma reunião onde trocaram informações sobre o trabalho policial na cidade.

Alves foi delegado em várias cidades da região de Maringá –  como Marialva e Paiçandu –  e teve atuação destacada à frente do Denarc. Durante sua administração à frente do órgão,  desbaratou importantes quadrilhas de traficantes que agiam em todo o país.

Em 2016, recebeu no Mato Grosso do Sul, a Medalha Águia da Fronteira concedida pelo Departamento de Operações de Fronteira (DOF), daquele estado. A honraria foi entregue pelo trabalho de Alves, em conjunto com outros policiais, que resultaram na apreensão de mais de 10 toneladas de maconha.

Em 2017, o novo delegado de Campo Mourão recebeu a Medalha do Mérito Legislativo Pedro Ludovico Teixeira, maior honraria da Assembleia Legislativa de Goiás.  Alves é bacharel em Direito, formado pela Universidade Federal de Goiás, e teve sua atuação no Paraná reconhecida naquele estado brasileiro.

Neste ano, Alves completa 10 anos na atividade policial. Antes de entrar para a Polícia Civil do Paraná, ele foi delegado em Santa Catarina.

Comente

Comentários

Copyright®i44 News. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do i44 News (redacao@i44.com.br).