Fale Conosco

Comportamento

De skate dentro da igreja, pastor tatuado comanda culto com reggae e rock’n’roll

Atração de membros é realizada em eventos esportivos e jovens são maioria entre os seguidores

Publicado

em

No altar, o púlpito é uma prancha de surf.  Durante o culto,  cânticos nos  estilos de reggae e rock n’ roll compõem o fundo musical para adoração.

O cenário, que até há alguns anos poderia ser considerado como heresia pelas tradicionais igrejas pentecostais, é a sede da  Bola de Neve em Campo Mourão. O slogan da igreja é “In Jesus We Trust” uma expressão em inglês que quer dizer “Em Jesus Nós Confiamos”.

O pastor é César Fernandes. Aos 41 anos, ele acumula as funções de  vendedor varejista e evangelizador da Bola de Neve há cerca de um ano. Fernandes diz que não segue o estereótipo do pastor engravatado.

A atração de fiéis ocorre através do esporte. A igreja costuma promover campeonatos de skate e até eventos de carrinhos de rolimã na cidade. São durante estes encontros que os jovens – maioria dos integrantes da igreja – ouvem falar  pela primeira vez da Bola de Neve.

Fernandes é praticante de jiu-jitsu. No tatame, seu apelido é  “Pastor” . Skatista, não se atrapalha ao andar com o equipamento no ainda diminuto espaço da igreja, localizada na rua São José, na área central.

Natural de Nova Esperança, no noroeste do Paraná, viveu em São Paulo desde os cinco anos. Conheceu a Bola de Neve no litoral paulista com amigos surfistas aos 19 anos. Filho de evangélicos, afirma que se encontrou na proposta da igreja que na visão dele, é inclusiva sem abrir mão de dogmas bíblicos.

“Eu era um filho de crente desviado” brinca .

Efeito “bola de neve”

Fernandes explica que a Bola de Neve funciona com “células”, espécie de grupos de religiosos que se reúnem em casas e com o passar do  tempo, se transformam em igrejas.  A estratégia de expansão foi denominada pelos primeiros integrantes como um efeito “em bola de neve”. Daí veio o nome.

Foi assim que a igreja se instalou em Campo Mourão.  No início, reuniões ocorriam em casa de fiéis que haviam conhecido a igreja em outras regiões.  Com o aumento dos seguidores, uma sala foi alugada em um hotel da cidade. No local, os cultos foram realizados durante três anos.

Atualmente  a igreja tem 80 cadeiras que acomodam, em média,  50 pessoas por culto. Há um ano, César recebeu a “convocação” para comandar a igreja. Ele conta que a Bola de Neve possui mais três “células” espalhadas por residências na cidade.

A unidade em Campo Mourão faz parte de uma rede com mais 50 igrejas Bola de Neve no Paraná.

“Liberdade”

O pastor explica que o objetivo principal da igreja neopentecostal, é buscar uma nova linguagem de evangelização, servindo de espaço para que os jovens manifestem sua fé. Com cultos carismáticos carregados de rock e reggae, a congregação não dita regras sobre vestimentas ou tatuagens, fala Fernandes.

A visão progressista para angariar novos membros não influencia no tom religioso, segundo ele. O pastor afirma que, apesar da liberdade nos cultos,  a igreja tem a Bíblia como regra básica, defendendo princípios básicos do Cristianismo Protestante.

A igreja repudia o uso de álcool e o sexo antes do casamento. Segundo o pastor, experimentar bebidas alcoólicas pode ser a porta de entrada para uso de outras substâncias. Sobre sexualidade, o pastor segue os dizeres bíblicos ao afirmar: “Deus criou o homem e a mulher, quando um casal tem certeza que o caminho deles é a união, não precisam de um ‘test-drive’.”

A Bola de Neve também repete o sistema de outras igrejas pentecostais, seguindo o preceito bíblico do dízimo, em que o membro entrega a igreja o equivalente a dez por cento de seus rendimentos. O pastor explica que a arrecadação é utilizada para a evangelização proposta pela organização.

O início

A história da Igreja Bola de Neve começou em dezembro de 1993, na cidade de São Paulo. Rinaldo Luiz de Seixas Pereira,  responsável pelo ministério de “evangelismo” da Igreja Renascer  – criada pelo “apóstolo” Estevan Hernandes – foi o quem a criou.  “Rina”  – como gosta de ser chamado –  também se transformou em “apóstolo”. Mas, a partir de então, de sua própria igreja.

Oficialmente, a fundação da Bola de Neve ocorreu em 1999. Os primeiros encontros foram no bairro paulistano da Lapa até que o aumento exponencial de seguidores exigiu um local muito maior. Foi aí que a  antiga casa de shows paulistana Olympia deu lugar à atual sede da Bola de Neve, com capacidade para 2.640 pessoas sentadas.

Atualmente, a Bola de Neve está em fase de expansão internacional. com igrejas espalhadas em Arequipa (Peru), Moscou (Rússia)e Índia. Também conta com núcleos nos estados da Florida (Pensacola), Los Angeles e San Diego e também no Havaí (Estados Unidos).

Na Ásia, a Bola de Neve tem células  em  Sydney (Austrália) e Bandar Seri Begawan (Brunei). No vizinho Paraguai, a igreja já tem núcleos formados em Assunção, Ciudad del Leste, Hernandarias e Luque .

 

 

Comente

Comentários

Copyright®i44 News. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do i44 News (redacao@i44.com.br).