Fale Conosco

Direitos Humanos

Professora de Campo Mourão participa de seminário “Mulheres Negras Empreendedoras” em Brasília

A mourãoense Naiany Salvadori é uma das organizadoras do evento nacional Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos

Publicado

em

No desenvolvimento de um projeto social para atender meninas negras residentes nos bairros Jardim Lar Paraná e Vila Guarujá, em Campo Mourão, a professora Sirlene de França de Souza participou nesta quinta-feira (25), em Brasília (DF), do seminário “Mulheres Negras Empreendedoras”, iniciativa do MDH (Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos).

Professora do Cedus (Centro de Educação Santa Rita), Sirlene foi convidada a conhecer as iniciativas da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial e participar do seminário pela Coordenadora-Geral de Políticas Temáticas de Ações Afirmativas da SNPIR, Naiany Hruschka Salvadori, que é de Campo Mourão e também conhece a realidade do município.

O evento em comemoração ao Dia Internacional da Mulher Negra, Latino-americana e Caribenha, celebrado nesta quinta-feira (25), teve palestras sobre empreendedorismo, exemplos de casos de sucesso e informações sobre linhas de crédito especial para empreendedores.

“O seminário é para o empoderamento da mulher, pela igualdade racial, para criação de uma consciência maior na eliminação da distinção entre homens e mulheres no mercado de trabalho”, disse Naiany.

Segundo a coordenadora, a participação da professora de Campo Mourão no seminário e acompanhamento de ações da SNPIR, órgão do MDH liderado pela secretária Sandra Terena, contribuem para a implantação do projeto social que pretende beneficiar jovens na cidade. “É um momento para adquirir conhecimento do que tem acontecido no mundo em relação ao empreendedorismo nas iniciativas privadas e governamentais”, afirmou Naiany, que é uma das responsáveis pela organização do evento.

A coordenadora diz que que o seminário reforça o compromisso do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos com a igualdade étnico-racial.

Junto ao seminário foi realizada uma feira artesanal de produtos afro na recepção do Edifício Parque Cidade Corporate (Torre A).

O público pode conhecer mais sobre produtos afro, trocar ideias com as produtoras e adquirir itens produzidos por mulheres negras empreendedoras.

Comente

Comentários

Copyright®i44 News. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do i44 News (redacao@i44.com.br).