Fale Conosco

Saúde

‘É um mosquitinho que destrói uma família’, diz tia de menina de 9 anos que morreu com dengue

Barbosa Ferraz, com 620 casos de dengue confirmados e três mortes sob investigação, decretou situação de emergência

Publicado

em

Tia de Beatriz Stella, que morreu aos 9 anos com dengue no último domingo (16), em Barbosa Ferraz (a 67 km de Campo Mourão), Rosemeire Stella, 37 anos, disse que a família está arrasada e destruída. Moradores da cidade estão assustados com o número de casos e três mortes pela doença sob investigação pelo Estado. A prefeitura decretou situação de emergência e criou um comitê de combate ao Aedes aegypti.

O corpo de Beatriz foi sepultado na manhã desta segunda-feira (17) no cemitério municipal. A menina morreu por volta das 8h de domingo, 3 dias depois de um teste rápido apontar que ela estava com dengue.

“Foi tudo muito rápido. Não dá para acreditar”, disse Rosemeire, que é agente de saúde no município.

Segundo Rosimeire, a criança estava melhor, aparentemente, não reclamava jmais de dores, mas estava “amuadinha” e foi para o hospital tomar soro. O pai dela, depois do sepultamento, passou mal e precisou ser levado ao hospital para ser medicado. “É um mosquitinho que destrói uma família, que está arrasada, destruída”, afirmou.

A Escola Municipal Jacira Momesso de Almeida Peternelli, onde Beatriz estudava na 5ª série do ensino fundamental, suspendeu as aulas nos dois períodos nesta segunda-feira por causa da morte da aluna.

De acordo com a coordenadora da Vigilância em Saúde de Barbosa Ferraz, Carla Tavares, a morte de outras pessoas que contraíram o vírus, conforme o teste rápido, está sendo investigada pelo Lacen (Laboratório Central do Estado do Paraná).

Um dos óbitos, um homem de 66 anos, ocorreu no dia 4 de fevereiro. Outro, um homem de 84 anos, foi na última sexta-feira (14). O município, com 11.568 habitantes, segundo estimativa de 2019 do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), contabiliza 620 confirmações de dengue e 1.221 notificações de suspeitas.

Decretos

A prefeitura de Barbosa Ferraz publica nesta terça-feira (18) dois decretos para conter o avanço da dengue no município. Um considera a quantidade de casos para declarar situação de emergência e outro convoca servidores públicos municipais e de outros setores para um arrastão em terrenos, residências e estabelecimentos comerciais.

Segundo o procurador jurídico da prefeitura, Moacir Nunes, 150 locais com criadouros do mosquito já foram notificados neste ano, com aplicação de multa no valor de R$ 500, mas as medidas previstas em lei municipal não estão sendo suficientes para conter a epidemia.

Pela lei municipal, em caso de reincidência, o valor da multa dobra. O responsável pelo lugar onde foram encontrados focos do mosquito é denunciado criminalmente.

De acordo com Nunes, o comitê de combate à dengue deverá reunir pessoas de setores variados da cidade para tomar decisões com prefeitura sobre medidas a serem tomadas no combate à epidemia.

A quarta-feira (19), conforme um dos decretos, será o “dia D” contra o mosquito da dengue. Não haverá expediente na prefeitura e nem nas escolas municipais para os servidores integrem uma força-tarefa de retira de lixo e criadouros do Aedes.

Comente

Comentários

Copyright®i44 News. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do i44 News (redacao@i44.com.br).