Fale Conosco

Sem categoria

Ladrão invade Mercadão e arromba 17 lojas. Apreensivos, lojistas contam prejuízos

Lojas ficaram fechadas no período da manhã e abriram à tarde

Publicado

em

O Mercadão de Campo Mourão, na esquina da Avenida Goierê e a Rua São Josafat, na região central, foi invadido na madrugada desta sexta-feira (28) e 17 lojas foram arrobadas. Nenhum suspeito de cometer os furtos foi preso até o momento.

Lojistas ainda calculam prejuízo. Mas somente em um estabelecimento de venda de aparelhos de celular, a estimativa é R$ 5 mil. Nos corredores havia moedas, estilhaços de vidro e fechaduras de portas de. Segundo a Polícia Militar, o ladrão deixou uma camiseta ensanguentada no local, que foi encaminha para a perícia da Polícia Civil.

A janela de uma loja de plantas, na lateral do prédio, teve o vidro quebrado e a grade entortada. O ladrão usou uma estante de metal no interior do estabelecimento para descer, depois arrombou a porta e acessou os corredores do mercadão. “Foi chocante a ‘visita’ inesperada”, disse o síndico do Mercadão, Rodrigo Ribeiro Ramalho.

O prédio é monitorado por uma empresa de segurança. Mas o síndico afirmou que não recebeu nenhum aviso durante a madrugada sobre a invasão O ladrão entrou no mercadão por volta das 3 horas e o furto durou mais de 1 hora.

Uma das lojas arrombadas é do vereador Tucano (PR), de celulares. O parlamentar não quis dar entrevista, mas a estimativa de prejuízo no estabelecimento é de pelo menos R$ 5 mil.

A Polícia Civil usa imagens de câmeras de segurança para tentar identificar o bandido. A perícia papiloscópica recolheu digitais nas lojas para ajudar na investigação e prende o responsável pela ação criminosa.

O mercadão, com 40 lojas, não abriu no período da manhã nesta sexta-feira (28). A PM isolou o local para o trabalho da perícia. As lojas começaram a funcionar por volta das 14 horas. “Os lojistas ficaram apreensivos. Mexeram no ganha pão deles”, afirmou o síndico.

Lojistas ficaram na frente do prédio a maior parte da manhã. Alguns nem sabiam se a loja havia sido invadida ou não. É o caso de Lorena Almeida, dona de um estabelecimento de bijuterias. “Tinha um notebook, semijoias, e dinheiro para troco no caixa”, disse.

A preocupação de Lorena também eram com os trabalhos da faculdade de Arquitetura no computador. Somente próximo às 14 horas, depois de conseguir entrar na loja, ela soube que o estabelecimento não foi furtado. “Mas lojas ao meu redor foram atingidas. Um dia triste!”, diz.

Este é o segundo episódio na história do mercadão que causa apreensão nos comerciantes. A maioria tinha lojas no local em 2009, quando um incêndio destruiu as instalações.

O incêndio consumiu 90% dos 2.414 metros quadrados do imóvel. O mercadão foi reinaugurado em 2011. O projeto foi lançado em dia 25 de agosto de 1968. A construção teve início em 1969 e a inauguração foi no dia 19 de dezembro de 1971.

Comente

Comentários

Copyright ®i44 News. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do i44 News (redacao@i44.com.br).