Fale Conosco

Polícia

Número de prisões pela PM cai 44% durante a pandemia de coronavírus em Campo Mourão

Polícia Militar atribui queda ao isolamento social e planejamento de prevenção a crimes

Publicado

em

O número de prisões em flagrante feitas pela Polícia Militar em Campo Mourão caiu 44% em março e abril deste ano em comparação com o mesmo período de 2019. A PM atribui a diminuição de 202 para 113 prisões o isolamento social por causa da pandemia de coronavírus e o planejamento do policiamento preventivo.

Em março, no dia 25, foi confirmado o primeiro caso de coronavírus na cidade, de uma mulher que estava internada na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) da Santa Casa havia 6 dias. No dia 21, o comércio foi fechado por decreto como medida de enfrentamento à covid-19.

Segundo levantamento da PM, em março e abril deste ano (até sexta-feira, 24), o maior número de prisões foi por tráfico de drogas, com 34 casos, seguido de furto, com 12, e violência doméstica, que totalizou 11 registros.

Em igual período em 2019, os três crimes que mais resultaram em flagrantes em Campo Mourão também foram tráfico de drogas, com 34 prisões, furto (33) e violência doméstica (14).

De acordo com o tenente Guilherme Augusto Mattar Matiskei, do 11º Batalhão de Polícia Militar, a menor movimentação nas ruas é uma das explicações para a queda no número de prisões. “Temos uma diminuição de circulação de pessoas e isto, naturalmente, leva à diminuição de crimes”, disse.

O tenente também relaciona a queda na quantidade de prisões ao planejamento da aplicação do policiamento preventivo por uma seção. “As instruções e atualizações são feitas diariamente”, afirmou.

Durante a pandemia de covid-19, o tenente diz que não houve diminuição da presença da polícia nas ruas. Mas desde julho de 2017, a redução do efetivo do 11º BPM por conta de aposentadorias e transferências de policias foi de pouco mais de 30%.

De janeiro a agosto do ano passado, 1.020 pessoas foram presas pela PM em Campo Mourão, o que corresponde a uma média de 2,9 por dia. Em 2018, foram 958 e, em 2017, um total de 948. Furto, tráfico de drogas e violência doméstica são os crimes que mais ocasionaram prisões.

Comente

Comentários

Copyright ®i44 News. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do i44 News (redacao@i44.com.br).