Fale Conosco

Cidade

Quadra esportiva é ponto de usuário de drogas; tem até sofá para frequentadores

“Eu nunca vi criança brincando na quadra, só gente fumando maconha”, disse uma moradora

Publicado

em

Uma quadra no Jardim Ilha Bela, em Campo Mourão, tem incomodado a vizinhança. O local não é frequentando por pessoas em busca de prática esportiva, mas por usuário de drogas e  baderneiros. Reclamações já foram feitas à prefeitura e à PM (Polícia Militar).  No entanto, a situação persiste.

O local é murado, mas não existe portão. O piso de cimento da quadra está se deteriorando pela falta de manutenção. As tabelas de basquetes estão sem os aros e arrebentadas.

O muro na parte interna está pichado. Alguns desenhos desafiam a polícia, outros fazem apologia às drogas e citam crimes, a exemplo do artigo 157 do Código Penal, que trata de roubo. Uma das frases pichadas são “apoie seu vândalo local”. No gramado tem um sofá para quem é acostumado se entorpecer no local.

Um vizinho, que não quer se identificar, diz que não pode usar o espaço com o filho de 4 anos por causa dos usuários de drogas que “tomaram conta do lugar”. “Não é um bom exemplo vir aqui e ver gente consumindo drogas”, afirmou.

O homem disse que ele e outros vizinhos da quadra já fizeram reclamações à Ouvidoria da prefeitura, pelo telefone 156, mas a local continua sendo frequentado e destruído por usuários e até traficantes que fazem entregas. “É um espaço que, infelizmente, não pode mai ser usado pela comunidade”, diz.

Uma idosa de 80 anos que mora nas proximidades da quadra, que também prefere não se identificar, diz que o movimento começa no final da tarde e é mais intenso nos fins de semana. Ela tem receio de um dia a casa ser invadida. “Tem um de moto que sempre vem entregar e eles ficam usando droga”, afirmou.

A quadra fica nos fundos do Cmei (Centro Municipal de Educação Infantil) Ilha Bela, na Rua Ilha do Mel. A instituição está fechada por causa da pandemia de coronavírus. “Mas eu nunca vi criança brincando na quadra , só gente fumando maconha”, disse a moradora.

Na manhã de quinta-feira (14), uma empresa terceirizada pela prefeitura retirou o lixo da quadra. Havia garrafas de bebida alcoólica, PET, maços de cigarro, embalagens de marmitas e até preservativo.

Mas a maior parte do caminhão da empresa foi ocupado por galhos de árvores e restos de jardinagem jogados no gramado da quadra, que tinha sido aparado na semana anterior.

O morador diz que a prefeitura deixa o local limpo e os usuários de drogas que frequentam a quadra voltam a emporcalhar o lugar.  “É um ciclo”, afirmou. 

A PM informou que nesta semana foi apurada uma denúncia sobre possíveis usuários de drogas na quadra. Uma equipe foi direcionado ao local e realizou patrulhamento, mas ninguém foi localizado.

Conforme a PM, nos últimos meses não há boletim de ocorrência relacionado a consumo ou tráfico de entorpecentes no local.

A reportagem do i44News não obteve retorno da prefeitura sobre a situação da quadra.

Comente

Comentários

Copyright ®i44 News. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do i44 News (redacao@i44.com.br).