Fale Conosco

Economia

Campo Mourão fecha abril com saldo negativo de 382 empregos, pior resultado do Caged

No primeiro quadrimestre de 2020, o resultado também foi negativo, de 126 postos de trabalho

Publicado

em

Campo Mourão terminou abril com saldo líquido negativo de 382 empregos formais, resultado de 294 admissões e 676 demissões, segundo dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregadoss), divulgado nesta quarta-feira (27) pelo Ministério da Economia. Trata-se do pior resultado da série histórica.

O saldo de postos de trabalho com carteira assinada no primeiro quadrimestre ficou negativo em 126. Também é o pior cenário desde 2004. Os registros do Caged no município começaram a ser feitos em maio do mesmo ano.

O resultado mais próximo do saldo de -382 vagas em Campo Mourão é abril de 2014, com saldo negativo de 252. Já o dos primeiros quatro meses é de 2015.

Segundo o Caged, janeiro de 2020 teve saldo de 135 empregos. O desempenho em fevereiro foi de 126 vagas. Em março, o saldo ficou negativo em 5 postos de trabalho.

Segundo o economista Mario Filizzola Costa, professor da Unespar (Universidade Estadual do Paraná), o desempenho do emprego em Campo Mourão segue a situação verificada em várias regiões do país porque é decorrente do esfriamento da atividade econômica após as medidas de isolamento social por causa da covid-19. “As regiões que permanecem em quarentena tendem a apresentar um cenário de deterioração acima do que estamos vivenciando”, disse.

Costa diz que o restabelecimento das atividades no comércio de Campo Mourão poderá amenizar o a situação de mais admissões que demissões em um futuro próximo. “A crise ainda está em curso, mas estima-se que atividade econômica tenha evolução e os dados sejam melhores”

Na divulgação dos dados nesta quarta-feira, o secretário Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Bruno Bianco, disse que o resultado, também negativo no país, é consequência da pandemia de coronavírus. “É um número duro, que reflete a realidade de pandemia que vivemos”, afirmou.

O país registrou saldo negativo de 860.503 empregos no mês passado. Foram 1.459.099 de desligamentos e 598.596 contratações. O número é o maior já registrado para o mês na série histórica.

De janeiro a abril, o resultado ficou negativo em de 763.232 vagas, no Brasil também o pior da série da série histórica do Caged.

Esta é a primeira divulgação do Caged no ano após o preenchimento de informações da base de dados passar para o eSocial (Sistema de Escrituração Fiscal Digital das Obrigações Fiscais Previdenciárias e Trabalhistas). O cumprimento de 13 obrigações fiscais, previdenciárias e trabalhistas fica centralizado em um só sistema. Até o na o passado, a divulgação era mensal.

Comente

Comentários

Copyright ®i44 News. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do i44 News (redacao@i44.com.br).