Fale Conosco

Meio Ambiente

Paraná proíbe pesca em rios durante a crise hídrica

Multas são de R$ 700 por pescador, R$ 20 por quilo ou unidade de peixe e apreensão de petrechos

Publicado

em

A pesca em diferentes modalidades em águas continentais no Paraná está proibida por portaria do Instituto Água e Terra (157/20). A iniciativa visa a proteger as espécies de peixes, em especial as existentes nos corpos hídricos afetados pela seca.

Segundo o instituto, o retorno da pesca será permitido quando os rios atingirem a cota hídrica para dispersão de cardumes e navegabilidade.

Fica proibida a pesca nas bacias dos rios Ivaí, Piquiri, Cinzas, Tibagi, Pirapó, Laranjinha, São Francisco Falso e Verdadeiro, Jordão e todos seus afluentes diretos.

Fica excluída da restrição a pesca artesanal praticada por pescadores filiados à colônia Z-17 de Porto Ubá, no trecho do Rio Ivaí demarcado em aproximadamente 110 km, entre a ponte da rodovia BR-369, que liga São Pedro a São João do Ivaí até o Porto de Areia de Ivaiporã.

Os infratores que desrespeitarem estão sujeitos às penalidades previstas na lei federal 9.605/98 e demais dispositivos que regulam a atividade pesqueira.

As multas são de R$ 700 por pescador, R$ 20 por quilo ou unidade de peixe pescado, além da apreensão dos petrechos.

Fiscais do Instituto Água e Terra, da Polícia Ambiental, Civil e Militar reforçam a fiscalização para garantir que não ocorra descumprimento da portaria.

Comente

Comentários

Copyright ®i44 News. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do i44 News (redacao@i44.com.br).