Fale Conosco

Cidade

Em Campo Mourão, 128 servidores da prefeitura receberam auxílio emergencial de forma irregular

Valor recebido é de R$ 91.800, conforme dados do TCE-PR

Publicado

em

Em Campo Mourão, 128 servidores da prefeitura receberam indevidamente o auxílio emergencial do governo federal, segundo o TCE-PR (Tribunal de Constas do Estado) e CGU (Controladoria Geral da União). No Paraná,. São 10.648 funcionários. Os órgão estão tomando ações para que o dinheiro seja devolvido.

De acordo com o TCE-PR, R$ 91.800 foram recebidos de forma indevida por servidores em Campo Mourão. Em 388 cidades, o montante é de R$ 7.319.400.

As cinco cidades com maior número de recebimentos por servidores municipais são Maringá (566 casos), Cascavel (425), Curitiba (351), Ponta Grossa (330) e Foz do Iguaçu (281).

O benefício pago pelo governo federal para a população mais vulnerável enfrentar os efeitos econômicos da pandemia de coronavírus é destinado a trabalhadores informais, MEIs (microempreendedores individuais), autônomos e desempregados, que cumpram requisitos previstos no decreto.

Conforme o TCE-PR, há possibilidade de que os servidores supostamente beneficiados possam ter sido vítimas de fraude, o que está investigado em âmbito federal.

Agentes públicos, incluindo os ocupantes de cargo temporário, função de confiança, cargo em comissão e os titulares de mandato eletivo, não possuem direito ao benefício.

O TCE-PR informou que notificou os municípios para que alertem seus servidores que a prática dessas condutas sujeitará o responsável às sanções criminais, cíveis e disciplinares.

A CGU já havia informado que vai divulgar a lista com cerca de 53 milhões de cadastros para recebeu o auxílio emergencial de R$ 600 e que identificou mais de 160 mil fraudes.

Comente

Comentários

Copyright ®i44 News. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do i44 News (redacao@i44.com.br).