Fale Conosco

Educação

Desempenho no Ideb cai na rede municipal em Campo Mourão

Índice reduziu de 6,3, em 2017, para 6,2, em 2019

Publicado

em

O Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica), divulgado nesta terça-feira (15) pelo Ministério da Educação, teve redução de 6,3, em 2017, para 6,2, em 2019, nos anos iniciais, de 1ª a 5ª séries, na rede municipal de ensino de Campo Mourão.

Já os anos finais do ensino fundamental na rede pública tiveram resultado de 5,0 no Ideb de 2019 e de 4,9, em 2017. No ensino médio também houve melhora, de 3,8 para 4,5.

A meta para os anos inciais em Campo Mourão é de 6,1 e a projeção para 2021, de 6,3. O índice registrado no país passou de 5,8, em 2017, para 5,9, em 2019, superando a meta de 5,7.

Na etapa do 6º ao 9º ano do fundamental, a projeção para 2019 era de 5,2 e para 2021 é de 5,5. No ensino médio, a meta para 2019 era de 4,2 e a de 2021 é de 4,2 em Campo Mourão.

A secretária municipal de Educação, Tânia Aparecida Caetano Pinto Silveira, disse que como são vários os itens para formação do índice aguarda “demais itens, como evasão, para podermos ter uma explicação mais fidedigna do que a nota pela nota”.

O Ideb é calculado com base em dados de aprovação nas escolas e de desempenho dos estudantes no Saeb (Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica). O índice final varia de 0 a 10 e leva em consideração quantos alunos passam de ano e qual o desempenho em língua portuguesa e em matemática.

O índice tem metas diferentes para cada ano de divulgação e também metas específicas nacionais, por unidade da federação, por rede de ensino e por escola. A intenção é que cada instância melhore os índices para que o Brasil atinja o patamar educacional da média dos países da OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico).

Segundo o MEC, considerando as metas para os anos iniciais do ensino fundamental para as escolas públicas municipais, em 2017, 3,6 mil municípios cumpriram a meta, o equivalente a 70%. Em 2019, esse número caiu para 3,2 mil, ou 62%.

Nos anos finais do ensino fundamental, 1,2 mil, o equivalente a 23% dos municípios conseguiram alcançar a meta para 2019 para as escolas públicas. Em 2017, foram 2,1 mil, o equivalente a 38,5%. Os dados não foram disponibilizados para o ensino médio.

Comente

Comentários