Fale Conosco

Cidade

Veículos em nome de Tauillo e de suas empresas são encontrados “desmanchados” em busca e apreensão

Acusação é que peças são vendidas à revelia de credores da empresa falida do prefeito de Campo Mourão

Publicado

em

Uma ação de busca e apreensão feita na Torynno Agro Comércio e Exportação constatou o desmanche de 25 veículos em nome da Fertimourão Agrícola e de Tauillo Tezelli (Cidadania), que constam na lista de bens declarados no plano de recuperação judicial da empresa de propriedade do prefeito de Campo Mourão. A acusação é de que peças são retiradas e vendidas à revelia dos credores.

O pedido de verificação dos veículos na Torynno foi feito por Antônio Francisco Aparecido Médice, habilitado como credor no processo de recuperação judicial da Fertimourão. A diligência foi acompanhada pelo advogado dele, Luiz Alfredo da Cunha Bernardo e por um oficial de Justiça. O galpão foi lacrado judicialmente.

O Auto de Constatação  foi apresentado ao juízo da 2ª Vara Cível de Campo Mourão. A diligência na Torynno foi filmada. O i44News teve acesso ao vídeo e às informações de requerimento feito à 2ª Vara Cível .

Segundo o advogado do credor, a alegação de que são veículos com alienação fiduciária “não passa de uma tentativa desastrosa e ridícula de afastar a responsabilidade do administrador das falidas e demais colabores e empresas do grupo econômico, como se o fato de existir qualquer alienação fiduciária pudesse chancelar os crimes, em tese, cometidos, em especial os atos de determinar o desmanche desses veículos e a vendas das peças à revelia dos credores, ou qualquer comunicado nos autos até então de Recuperação Judicial”.

Foram requeridos pelo advogado que o MP-PR (Ministério Público do Paraná) seja intimado para solicitar perícia técnica das peças e saber o destino que será dado a elas e para o administrador judicial no processo apresente informações sobre a constatação de desmanche dos caminhões e destino das peças.

A Justiça decretou a falência da Fertimourão em julho deste ano. A dívida da empresa é superior R$ 116 milhões. Há mais de 120 credores, em produtores rurais, cooperativas, bancos, advogados e empresas.

Neste mês, foi decretada pela Justiça a indisponibilidade dos bens da Torynno, que é arrendatária da Fertimourão. Na decisão houve reconhecimento de indícios de que as duas empresas fazem parte de um mesmo grupo econômico.

Tauillo já foi denunciado pelo MP-PR por crime falimentar por supostas fraudes cometidas durante a recuperação judicial da Fertimourão.

Comente

Comentários

Copyright ®i44 News. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do i44 News (redacao@i44.com.br).