Fale Conosco

Educação

Tauillo cumpre 6 de 28 compromissos com professores, aponta checklist

Prefeito assinou em 2016, quando era candidato, termo de compromisso com a categoria

Publicado

em

Em quase 4 anos, o prefeito Tauillo Tezelli (Cidadania) cumpriu seis dos 28 compromissos assumidos com professores da rede municipal de ensino durante a campanha eleitoral de 2016. O balanço é do grupo de docentes que propôs melhorias para o setor.

O termo foi assinado por Tauillo em 9 de setembro de 2016, quando ele era candidato à prefeitura. O grupo também sustenta que as propostas para a educação que constam do Plano de Governo registrado na Justiça Eleitoral não foram cumpridas pela atual gestão.

De acordo com o grupo, as propostas honradas pelo prefeito foram a manutenção das férias do orientador educacional como os professores; autonomia ao Conselho Municipal de Educação; equipe da Secretaria Municipal de Educação composta por profissionais do quadro do magistério; que a Secretaria considerasse o Conselho de Classe como instrumento de análise e melhoria na qualidade do ensino; que o superintendente da Previscam (Previdência dos Servidores Municipais de Campo Mourão) fosse do quadro efetivo dos servidores; e aplicação de 65% do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica) na remuneração dos profissionais.

“Essa gestão não respeitou e nem valorizou os professores”, disse uma pedagoga integrante do grupo que não quis ser identificar com receio de sofrer represália da administração municipal.

O grupo diz que quatro itens foram cumpridos parcialmente, a ampliação do número de servidores de apoio nas escolas, cozinheira e escriturários; melhoria do atendimento individualizado em sala às crianças portadoras de deficiência; iniciar o período letivo com quadro completo de professores; e na distribuição de aulas, no término do período letivo, considerar a lei na sua essência.

No checklist do termo de compromisso, entre os 18 itens apontados pelo grupo que não foram cumpridos pelo prefeito em quase 4 anos estão o Plano de Cargos, Carreira e Valorização do Magistério, unificação da tabela do magistério com a do professor pedagogo, aplicação de 30% do Orçamento na Educação, implantar dois professores por turma e ampliar e efetivar o programa de saúde ao servidor com psicólogo, oftalmologista, otorrinolaringologista, fonoaudiólogo, psiquiatra e fisioterapeuta.

A assessoria de imprensa da prefeitura informou que o prefeito quer atender os compromissos assumidos com os professores, mas algumas reivindicações “esbarram na questão financeira”.

Comente

Comentários